Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Caraguatatuba, São Paulo, Brazil
Deixar registrado aqui essa fase da minha vida. Difícil, talvez a pior, mas como tal já passou. Conheço meu inimigo, portanto nunca subestimo o Câncer. Esse mal é traiçoeiro, e como!!! Não valorizo a sua passagem muito menos o seu fantasma. Não deixo de viver um dia sequer, grata a Deus que me concebe, feliz por ser a mulher forte que sou. Ando com Fé, e bola pra frente. A vida não para e eu também não.

Translate

Total de visualizações de página

13 de maio de 2014

ANJOS DA COPA PRO-SANGUE AJUDE, DIVULGUEM


A única  coisa que após o CA de Mama eu não pude mais fazer,  que realmente  tinha  importância,  eram as minhas duas ou três,  doações anuais para o Hemocentro de SP.
Isso era sagrado,  eu escolhia um feriado ou final de semana (embora você pode doar em dias úteis, que o dia é abonado por sua empresa), e lá ia eu,  feliz da vida em poder doar um pouquinho  a alguém  que tanto necessita.
Para  fechar essa laguna da doação de sangue.
Estou deixando as madeixas crescerem, e vou doar, quantas vezes isso acontecer, espero que muitas vezes.
Que os Anjos digam Amém.
Não é sangue, mas é uma gota de otimismo.
Participar da confecção de perucas, para ajudar na auto estima,  quem sabe de uma amiga do peito, talvez de uma criança não tem preço.
E foi com imensa alegria que descobri por acaso, que minha sobrinha, toda vez que acompanha a Vovô, no Hospital das Clínicas, enquanto espera o atendimento, desce até o Hemocentro e atualiza a sua doação.
Eu perguntei a ela qual o motivo do gesto?
E ela me disse.
Tia,  precisa de motivo?
Está escrito, precisamos de doadores.
Eu posso e quero.
Esse é o motivo!
QUE FELICIDADE!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Eu não posso mais, por força maior.
Mais alguém da minha família entrou na fila por mim.
Bendito seja!!!!
E o Sangue da danada é O- (DOADOR UNIVERSAL).
(O negativo) é considerada um doador de sangue do tipo universal, isso significa que seu sangue pode servir para qualquer tipo de paciente com diferentes tipos de sangue (desde que esteja na forma de concentrado de hemácia ), entretanto se o caso for de transfusão, o ideal é que o paciente venha a receber o mesmo tipo de sangue que o seu.
Portanto,  seja qual for o seu tipo sanguíneo ,  você ai,  pode doar ou  divulgar  a campanha abaixo:

Eu recebi esse pedido para divulgação aqui no Blog.

Será que você,  pode fazer o mesmo, divulgando em suas redes sociais?

O estoque de sangue na Pró-Sangue está abaixo dos parâmetros: cadeiras vazias à espera de doadores. Uma situação crítica durante a Copa do Mundo que pode comprometer o abastecimento aos hospitais.
 
Venha doar nesta semana! Compareça a um dos postos de coleta de sua preferência para doar sangue e ajude a virar este jogo. 
 
Para mais informações ligue Alô Pró-Sangue 0800 55 0300 ou acesse www.prosangue.sp.gov.br para informações de como doar sangue e endereços dos postos de coleta.
 
Esperamos por você!
 
Equipe Pró-Sangue
 
Doe Sangue e Passe a Bola para um Amigo!



Caro(a) Doador(a),
a Brasil na torcida e na doação de sangue.
O nosso time de Anjos da Copa Pró-Sangue já está escalado: com você como capitão e grande artilheiro.
Pfazer um golaço, é só ir até um dos postos de doação da Pró-Sangue e trazer a sua vitória para o Brasil.
Doe sangue e passe a bola para um amigo. Pra mais informações ligue 0800550300 ou acesse www.prosangue.sp.gov.br

 
Esperamos por você! 
Equipe Pró-Sangue
 


6 de maio de 2014

Câncer : Medo e Otimismo



           O medo sempre foi companheiro do homem, pois era um sentimento primitivo que  o colocava em estado de alerta, geralmente por se sentir ameaçado. Caracterizava-se por uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental que gerava uma resposta de alerta no organismo. Hoje, saímos do primitivismo, mas o mecanismo do medo continua o mesmo. Inicia-se com a ansiedade frente ao desconhecido e o temor antecipado  do encontro com uma situação ou objeto estressante. Essa reação inicial dispara uma resposta fisiológica no organismo que libera adrenalina e  cortisol, preparando o indivíduo para lutar ou fugir. Quando se ouve um diagnóstico de câncer, o instinto primitivo do homem o leva a querer  fugir do perigo , muitas vezes, negando-o. Entretanto, para se vencer um predador ( ou inimigo) a melhor estratégia é conhecê-lo, enfrentá-lo  e lutar para derrotá-lo.
          A palavra câncer tem sua origem no latim cancer, significando caranguejo. Tem esse nome, pois as células doentes atacam as células sadias como se fossem os tentáculos de um caranguejo. Hipócrates (o Pai da Medicina – 460 a.C.-377 a.C.) usou a palavra carcinos. O  médico Celsus (romano, 25 a.C.-50d.C.) utilizou a palavra câncer e Galeno (Pérgamo, c. 129 - provavelmente Sicília, c. 199 ou 217), também romano, usou oncos, mas muito antes já se conhecia a doença.  Em descobertas arqueológicas de 4.ooo a.C., foi identificado um maxilar com sinais de linfoma. Imhotep, médico egípcio, no ano 2.500 a.C., descreveu um suposto tumor de mama.  Em 1.600 a.C., os médicos egípcios já distinguiam um tumor benigno de um maligno, mas, apenas  no século XIX, foram efetuados os primeiros estudos patológicos da doença. Hoje, sabe-se que  apresenta relação direta com a longevidade e quanto mais tempo de vida, maior o risco de aparecer um câncer. Portanto, não é uma doença nova e, atualmente, estão identificados mais de cem tipos. Se detectado  em estágio inicial, o câncer  apresenta grande probabilidade de cura.
          Um diagnóstico de câncer pode ser enfrentado com primitivismo, em um primeiro momento, com a mente preparando-se para fugir, mas, logo após, imperam a racionalidade e o instinto de sobrevivência. Surgem forças interiores e a certeza de não se render à doença sem lutar. Tendo o doente  o apoio da família e dos amigos e a confiança em seu  médico, o câncer  não consegue derrotar seu  espírito otimista. O paciente avalia os procedimentos sugeridos para o seu  tratamento e os enfrenta com a crença de que um caranguejo pode ter muitas patas, mas  é possível imobilizá-las, tornando-o inofensivo.
Autora: Maria Auxiliadora de Andrade Vieira
Professora de Língua Portuguesa formada pela Universidade de Lavras - MG
Fonte.:http://www.oncolapgyn.com.br/cancer-do-medo-ao-otimismo

PARE UM POUCO E CONHEÇA ESSAS CRIANÇAS E ESSE TRABALHO, E TRANSFORME SUA VIDA E A VIDA DELAS TB..

PARE UM POUCO E CONHEÇA ESSAS CRIANÇAS E ESSE TRABALHO,  E TRANSFORME SUA VIDA  E A VIDA DELAS TB..
http://oquevivipelomundo.blogspot.com.br/

DOE SANGUE

NÃO TENHA DÓ TENHA ATITUDE

NÃO TENHA DÓ TENHA ATITUDE
UM ANIMAL PRINCIPALMENTE DE RUA, SENTE FRIO, FOME, MEDO, SOLIDÃO, DOR. IGUAL A VOCE. PENSE NISSO... NÃO COMPRE UM ANIMAL ADOTE UM CÃO ABANDONADO, ELE LHE SERÁ ETERNAMENTE GRATO.

Postagens populares

Minha lista de blogs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ASSOCIAÇÃO VIVA MELHOR APOIO A MULHERES MASTECTOMIZADAS

EXPOSIÇÃO EU PEITO